Vagas disponíveis nesta quinta-feira (26) na Agência do Trabalhador em Foz do Iguaçu

Em Foz do Iguaçu, mais de 20 vagas estão disponíveis esta semana na agência do trabalhador. As vagas são para diferentes cargos, a agência tem atendimento de segunda à sexta, das 8h às 14h. Mais informações pelo telefone (45) 3545-5450.

  • Agente administrativo – com experiência em conferência de contratos e espanhol fluente.
  • Analista de negócios – com experiência em atendimento ao cliente e espanhol fluente.
  • Assistente administrativo – com experiência em regimes alfandegários e emissão de documentos aduaneiros.
  • Atendente de bar – com experiência como garçom ou atendente e disponibilidade de horário.
  • Atendente de lanchonete – com experiência.
  • Atendente de telemarketing – com experiência.
  • Auxiliar administrativo – com experiência em conferência de contratos e espanhol fluente.
  • Auxiliar administrativo – com experiência na função, superior completo ou cursando (administração ou ciências contábeis), necessário ter carro ou moto.
  • Auxiliar de cozinha – com experiência na função e disponibilidade de horário.
  • Auxiliar de escritório – com experiência em atividades de escritório, fazer cobrança, crediário e caixa.
  • Auxiliar de lavanderia – com experiência na função e disponibilidade de horário.
  • Auxiliar de linha de produção – para trabalhar em frigorífico, necessário ter disponibilidade de horário.
  • Auxiliar financeiro – com experiência, superior completo ou cursando (ciências contábeis). Necessário ter carro ou moto
  • Bibliotecário – com formação superior em biblioteconomia, para desenvolver projetos, catalogar, ofertar, supervisionar e conferir os dados das obras disponíveis.
  • Camareira de hotel – com experiência na função e disponibilidade de horário
  • Chefe de cozinha – com experiência em cozinha de hotel
  • Consultor de vendas – com experiência, necessário ter carro ou moto.
  • Consultor em turismo – com experiência no atendimento ao cliente, preferencialmente com espanhol fluente.
  • Cozinheiro em geral – com experiência e disponibilidade de horário.
  • Empacotador – sem experiência, vaga temporária, necessário ter disponibilidade de horário.
  • Empregada doméstica – com experiência na função, para tralhar de segunda a sexta, das 9h15min até 19h15min.
  • Encarregado de lavanderia – com experiência na função, para trabalhar em hotel.
  • Estoquista – com experiência, conhecimentos de informática e controle e organização de peças automotivas. Necessário ter CNH B.
  • Fresador CNC – com experiência.
  • Garçom – com experiência e boa comunicação.
  • Lavador de pratos – com experiência na função e disponibilidade de horário.
  • Maitre de hotel – com experiência em hotelaria e disponibilidade de horário.
  • Mecânico de motor a diesel – com experiência em linha diesel para trabalhar em Medianeira.
  • Mestre de obras – para coordenar equipes, distribuir serviços, vistoria e fazer pedidos de materiais.
  • Monitor de entretenimento – com experiência e disponibilidade de horário.
  • Motorista carreteiro – com experiência na função, CNH E, possuir curso MOPP e cargas indivisíveis.
  • Motorista carreteiro – com experiência na função e CNH E.
  • Motorista entregador – para entregar gás, necessário habilitação C ou D e preferencialmente curso MOPP.
  • Oficial de serviços diversos na manutenção de edificações – para trabalhar com serviços gerais de fábrica de pisos e revestimentos, necessário ter veículo próprio.
  • Operador de telecobrança – PCD – para fazer ligações e atuar na negociação de cobranças com os clientes em horário comercial.
  • Promotor de vendas – com experiência em captação de clientes, espanhol fluente.
  • Servente de obras – com experiência.
  • Supervisor comercial – com experiência, para captar, prospectar e fechar convênios e parcerias na área de ensino superior. Ensino superior cursando ou já finalizado.
  • Supervisor de recepção de hotel – com experiência em hotelaria, inglês fluente e desejável espanhol intermediário.
  • Vendedor interno – com experiência em vendas e noções de mecânica, necessário ter CNH B.
  • Vendedor interno – com experiência em vendas de material de construção.
  • Vendedor pracista – para trabalhar com vendas externas, visita de clientes, vendendo serviços para a empresa.
  • Vendedor pracista – para trabalhar com vendas de bebidas de cervejaria, necessário veículo próprio.
  • Vendedor pracista – com experiência em vendas de serviços de seguro, SERASA e planos de saúde.
  • Vibradorista – para operar vibroacabadora, necessário experiência e CNH C, vaga para Cascavel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paciente tem crise de ansiedade e foge do Hospital Universitário de Londrina

Um paciente fugiu do Hospital Universitário (HU) de Londrina, na região norte do Paraná, na manhã desta quarta-feira (17). A fuga foi registrada em vídeo e confirmada pela instituição.

Nas imagens é possível ver o paciente correndo e sendo seguido por profissionais da saúde que faziam o atendimento.

O HU afirmou que o paciente estava recebendo oxigênio no ambulatório e teve uma crise de ansiedade por sentir medo de ser entubado.

Na sequência, segundo o hospital, o paciente retirou a máscara de oxigênio e deixou a unidade. Profissionais de saúde foram atrás do homem e o trouxeram de volta para a instituição.

Ainda de acordo com a HU, o paciente foi acalmado e está sendo monitorado pelas equipes de saúde.

A instituição não confirmou se o homem tinha suspeita ou diagnóstico da Covid-19.

Leia mais no G1

Hemepar busca doação de plasma de pacientes que tiveram Covid

 

Pessoas que já se recuperaram da Covid-19 podem ajudar outros pacientes de uma forma bastante simples: doando plasma. Um dos componentes sanguíneos, justamente a parte líquida do sangue, o plasma de pacientes que tiveram a doença pode concentrar uma grande quantidade de anticorpos que agem no combate à infecção, é o chamado plasma hiperimune ou plasma convalescente.

Desde o ano passado, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) faz a coleta e a produção de plasma hiperimune para repassar a hospitais que usam a terapia como alternativa no tratamento dos pacientes internados. Mais de mil bolsas foram produzidas no período, mas para atender à demanda, que é diária, é necessário que mais pessoas façam a doação ao Hemepar.

 

Para isso, o paciente recuperado precisam esperar até 45 dias do diagnóstico do RT-PCR ou 30 dias após o fim dos sintomas. Também é necessário agendar a coleta no Hemepar AQUI

A coleta de sangue pode ser feita em qualquer unidade da Hemorrede no Paraná. Já a coleta somente do plasma, nas doações por aférese, é feita apenas em Curitiba, assim como a produção do material que é destinado aos hospitais. Para isso, o sangue do doador é analisado para ver a quantidade de anticorpos IgG (Imunoglobulina G) circulante. Caso haja uma boa titulação de anticorpos, é feita a produção. Cada bolsa de sangue produz 200 ml de plasma hiperimune.

Na outra técnica, a doação por aférese, uma máquina separa todos os componentes primários do sangue, podendo coletá-los individualmente. Dessa forma, só o plasma é retirado, e em maior quantidade. “Com a aférese, conseguimos coletar até 600 ml de plasma, o que corresponde a três doses. Além disso, as pessoas podem doar uma vez por semana, diferente da doação de sangue convencional, que só pode ser feita novamente com um intervalo de 60 a 90 dias”, explica a diretora-geral do Hemepar, Liana Labre de Souza.

 

Terapia

A transfusão de plasma convalescente é experimentada há tempos como terapia para doenças infecciosas. Chegou a ser usada na pandemia de gripe espanhola, no início do século passado, e também em surtos mais recentes, como do sarampo, da influenza e até do ebola. O Hemepar prepara um estudo junto com médicos do Hospital do Rocio, de Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, para avaliar a efetividade da terapia.

No caso da doença causada pelo novo coronavírus, a transfusão é feita no início da infecção, nos primeiros cinco dias, em pacientes que não estejam com o pulmão muito comprometido e sempre com autorização dos familiares. “Temos efetivamente bons resultados com o plasma convalescente, e um estudo será publicado com essa avaliação nos pacientes com Covid-19. Mas ainda é tudo muito empírico, é preciso que mais trabalhos científicos sejam publicados”, afirma Liana.

“A Covid-19 é uma doença nova, e os médicos e cientistas ainda buscam por um tratamento eficaz. As terapêuticas que temos hoje, inclusive a transfusão de plasma, ainda não tratam a patologia, mas dão uma boa melhorada. Temos boas respostas em alguns pacientes, e resposta nenhuma em outros”, ressalva. “Mesmo depois de um ano de pandemia, ainda não há um tratamento de eleição, somente indicativos de melhora. O que se sabe de concreto é que distanciamento, uso de máscaras e higiene das mãos é o que efetivamente dá certo”, acrescenta.