Mais de 23 mil candidatos realizaram vestibular da UFPR; devido à pandemia, processo teve fase única

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, as universidades estaduais do Paraná estão alterando o formato dos vestibulares. O objetivo é incentivar o ingresso de novos estudantes nas instituições respeitando as medidas sanitárias.

Na Universidade Estadual de Londrina (UEL) foi aprovada, na quinta-feira (1), a realização do Vestibular 2022 em fase única, com prova agendada para 6 de março, seguindo o modelo adotado no último concurso. As inscrições iniciam no dia 20 de setembro e vão até 3 de novembro.

O reitor da UEL, Sérgio Carvalho, afirma que a universidade registrou mais de 27 mil inscrições no Vestibular 2021, em virtude da redução do valor de inscrição e da realização da prova em um único dia, somente em Londrina.

“A universidade teve de suspender o concurso por três vezes e realizou a prova em conjunto com o Ministério Público e com as autoridades municipais e sanitárias. Esperamos que no ano que vem estejamos vivendo a normalidade, mas é importante ser conservador neste atual cenário da Covid-19”, disse o reitor.

A Comissão do Vestibular Unificado (CVU) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) também propôs modificações e readequações no Vestibular 2022. Além da alteração das provas, que eram aplicadas em dois dias e mudam para data única, o exame terá alteração no número de questões para adequação ao tempo. A duração será de até cinco horas, no período da tarde.

Segundo a presidente da Comissão Central do Vestibular, Maria Raquel Marçal Natali, as mudanças facilitam a logística e estimulam a participação dos candidatos. “Os estudantes terão mais facilidade do ponto de vista econômico, com um dia de provas apenas, procedimento também adotado por outras universidades estaduais”, explicou.

PROVAS – Outra instituição que, recentemente, realizou o vestibular foi a Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp). A prova reuniu 3.197 candidatos que concorreram a 1.083 vagas ofertadas nos cursos de graduação da universidade.

O processo seletivo também aconteceu em um único dia e a tendência é que se mantenha no mesmo formato para os próximos anos. O gabarito provisório e o caderno de provas do Vestibular Uenp 2021 estão disponíveis AQUI.

Foto: Divulgação SETI

Na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) a prova do vestibular que estava agendada para domingo (4) foi transferida para 1º de agosto, devido à situação epidemiológica da macrorregião Oeste, que abrange quatro dos sete locais de prova. São 10.766 inscritos que disputam 1.230 vagas, distribuídas em 65 cursos de graduação.

A Universidade Estadual do Paraná (Unespar) disponibilizou duas formas de ingresso em 2021. Uma delas foi usar a média final do último vestibular realizado e a outra foi considerar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nas edições de 2018 e 2019. A expectativa é que as provas acorram no mesmo formato no início do ano que vem.

INSCRIÇÕES ABERTAS 

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) abriu as inscrições nesta quinta-feira (1º) para o Vestibular de Primavera 2021. O prazo segue até 29 de julho e as provas serão aplicadas em 26 de setembro. O processo seletivo é válido para entrada de alunos em 2022. São 725 vagas distribuídas em 39 cursos de graduação.

Nesta edição, as provas serão aplicadas em um só dia, no domingo (manhã e tarde), com intervalo mínimo de duas horas entre uma prova e outra. A Coordenadoria de Processos de Seleção (CPS) manteve o mesmo conteúdo programático e obras literárias da edição anterior.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente no site da CPS/UEPG. O valor da taxa de inscrição também foi mantido em R$ 157, que pode ser pago até 30 de julho.

Para o Vestibular de Primavera, a UEPG mantém a aplicação de um rígido protocolo de biossegurança, aprovado pela Secretaria de Estado da Saúde, que respeita o uso obrigatório de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social. Em cada local de provas serão alocados em torno de 250 candidatos para evitar aglomerações antes da entrada escalonada dos candidatos nas salas.

por redação Busão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MEC divulga resultado da lista de espera do Prouni 2021

O Ministério da Educação divulgou hoje (20) o resultado da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) relativo ao segundo semestre de 2021. Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de ensino superior particular de todo o país. O resultado está no site do programa na internet.

A próxima etapa para os candidatos pré-selecionados é a comprovação das informações prestadas, por meio da apresentação de documentação exigida, o que deverá ser feito a partir da próxima segunda-feira (23). Os candidatos devem ficar atentos porque esse prazo termina na sexta-feira (27).

No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo – 69.482 integrais e 64.847 parciais – em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter uma bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.

The post MEC divulga resultado da lista de espera do Prouni 2021 appeared first on Busão Curitiba.

por redação Busão

MEC divulga resultado da lista de espera do Prouni 2021

O Ministério da Educação divulgou hoje (20) o resultado da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) relativo ao segundo semestre de 2021. Os selecionados no programa podem receber bolsas de 50% ou 100% em instituições de ensino superior particular de todo o país. O resultado está no site do programa na internet.

A próxima etapa para os candidatos pré-selecionados é a comprovação das informações prestadas, por meio da apresentação de documentação exigida, o que deverá ser feito a partir da próxima segunda-feira (23). Os candidatos devem ficar atentos porque esse prazo termina na sexta-feira (27).

No segundo semestre de 2021, o programa oferece 134.329 bolsas de estudo – 69.482 integrais e 64.847 parciais – em mais de 10 mil cursos de quase mil instituições particulares de ensino superior.

Critérios

Para obter uma bolsa integral, o interessado precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. No caso de bolsas parciais (50%), é preciso comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, de até três salários mínimos.