Foz do Iguaçu: novas vagas de emprego estão disponíveis na agência do trabalhador

Mais de 40 vagas estão disponíveis esta semana na agência do trabalhador. As vagas são para diferentes cargos, a agência tem atendimento de Segunda à sexta, das 8h às 14h.

Vagas

▪ Ajudante de carga e descarga – com experiência, para auxiliar na entrega de mercadorias, carregamento e descarregamento do caminhão. Necessário CNH AB. Experiência com produtos de marcenaria será um diferencial.
▪ Ajudante de motorista – com experiência, para dirigir caminhão e ajudar nas demais tarefas (CNH C).
▪ Analista de recursos humanos – responsável supervisionar as atividades do departamento de recursos humanos.
▪ Atendente de bar – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Auxiliar de cozinha – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Auxiliar de lavanderia – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Auxiliar de limpeza – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Auxiliar de torneiro mecânico – Com experiencia em trabalhos manuais, necessita capricho com pinturas e força de vontade.
▪ Borracheiro – com experiência.
▪ Camareira de hotel – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Carpinteiro – com experiência na função
▪ Conferente de carga e descarga – com experiência na função.
▪ Consultor de vendas – para trabalhar com vendas externas de produtos de limpeza, é necessário ter experiência e veículo próprio.
▪ Empregada doméstica – com experiência e referência.
▪ Fiel de depósito – com experiência. CNH AB é um diferencial.
▪ Garçom – com experiência na função e boa comunicação.
▪ Guarda-Vidas – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Lavador de pratos – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Maître – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Mecânico – com experiência em suspensão de linha leve.
▪ Mecânico – com experiência em linha pesada.
▪ Mensageiro – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Monitor de entretenimento – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Montador de móveis e artefatos de madeira – com experiência, CNH B, para montagem de todos os tipos de móveis.
▪ Motorista carreteiro – com experiência na função, CNH E e curso MOPP/EAR.
▪ Motorista carreteiro – com experiência na função, CNH E, urso MOPP/EAR e cargas indivisíveis.
▪ Motorista de caminhão – com experiência na função, CNH C.
▪ Operador de máquinas fixas em geral – com experiência em trabalhos manuais.
▪ Pedreiro – com experiência.
▪ Pintor de alvenaria – com experiência na função.
▪ Recepcionista atendente – com experiência em clínica veterinária.
▪ Recepcionista atendente – com experiência em recepção de motel.
▪ Salva-vidas – com experiência e disponibilidade de horário.
▪ Servente de obras – com experiência na função.
▪ Torneiro mecânico – com experiência.
▪ Zelador – com experiência na função.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vagas disponíveis nesta quarta-feira (02) na Agência do Trabalhador em Foz do Iguaçu

Em Foz do Iguaçu, mais de 20 vagas estão disponíveis esta semana na agência do trabalhador. As vagas são para diferentes cargos, a agência tem atendimento de segunda à sexta, das 8h às 14h. Mais informações pelo telefone (45) 3545-5450.

Analista de negócios – com experiência em atendimento ao cliente e espanhol fluente.

  • Atendente de lanchonete – com experiência e disponibilidade de horário.
  • Auxiliar de cozinha – com experiência e disponibilidade de horário.
  • Auxiliar de cozinha – com experiência e disponibilidade de horário.
  •  Auxiliar de linha de produção – para trabalhar no frigorífico em Matelândia.
  •  Auxiliar de manutenção de edifícios – com experiência, para executar serviços de manutenção hidráulica, carpintaria, alvenaria e reparação de instalação de peças e acessórios.
  •  Barista – com experiência, para trabalhar em hotel das 14h até as 22h.
  •  Bibliotecário – com formação superior em biblioteconomia, para desenvolver projetos, catalogar, ofertar, supervisionar e conferir os dados das obras disponíveis.
  •  Camareira de hotel – com experiência na função, para trabalhar em horário comercial.
  •  Confeiteiro – com experiência em padaria, para trabalhar na produção de doces, bolos, tortas, bolachas e sobremesas.
  •  Consultor de vendas – sem experiência, para atuar na área de vendas de planos de saúde.
  •  Consultor de vendas – sem experiência, para atuar na venda de cursos profissionalizantes.
  •  Consultor em turismo – com experiência no atendimento ao cliente, preferencialmente com espanhol fluente.
  •  Maitre de hotel – com experiência em hotelaria e disponibilidade de horário.
  •  Mecânico de motor a diesel – com experiência em linha diesel para trabalhar em Medianeira.
  •  Monitor de entretenimento – com experiência e disponibilidade de horário.
  •  Oficial de manutenção – com experiência e disponibilidade de horário.
  •  Oficial de serviços diversos na manutenção de edificações – para trabalhar com serviços gerais de fábrica de pisos e revestimentos, necessário ter veículo próprio.
  •  Operador de telecobrança – PCD – para fazer ligações e atuar na negociação de cobranças com os clientes em horário comercial.
  •  Orientador socioeducativo – para atuar como orientador de atividades na área de desenvolvimento artístico cultural.
  •  Pizzaiolo – com experiência.
  •  Promotor de vendas – para atuar como promotor de marketing em hotel, necessário experiência com captação de clientes e espanhol fluente.
  • Recepcionista de hotel – com experiência, para o período noturno, inglês fluente.
  •  Supervisor comercial – superior completo ou cursando na área comercial, CNH B, para desenvolver atividades de captação de novos clientes.
  •  Supervisor de recepção de hotel – com experiência em hotelaria, inglês fluente e desejável espanhol intermediário.
  •  Vendedor interno – sem experiência, para vender jóias em horário comercial.
  •  Vendedor pracista – para trabalhar com vendas externas, visita de clientes, vendendo serviços para a empresa.
  •  Vendedor pracista – com experiência em vendas de serviços de seguro, SERASA e planos de saúde.
  •  Zeladora – com experiência na função, para trabalhar na limpeza geral do comércio.

Programa de suspensão de contrato e redução de jornada é prorrogado

O governo federal prorrogou novamente o programa que autoriza empresas a suspenderem o contrato de trabalho ou a reduzirem a jornada e os salários dos funcionários, em troca da manutenção do emprego. O decreto foi publicado hoje (14) no Diário Oficial da União e estende o pagamento do benefício emergencial até 31 de dezembro, quando encerra o estado de calamidade pública decretado em março em razão da pandemia de covid-19.

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) foi instituído pelo governo em abril, por meio da Medida Provisória nº 936/2020 e transformado na Lei nº 14.020/2020 em julho. Ele já havia sido e, agora, terá um prazo total de 240 dias para celebração dos acordos e pagamento de benefício.

Em nota, a Secretaria Geral da Presidência informou que a prorrogação é necessária em razão do “cenário atual de crise social e econômica, e com a permanência de medidas restritivas de isolamento social”. “Essa ação irá permitir que empresas que estão em situação de vulnerabilidade possam continuar sobrevivendo a este período e, desta forma, preservar postos de trabalho e projetar uma melhor recuperação econômica”, diz.

O BEm equivale a uma porcentagem do seguro-desemprego a que o empregado teria direito se fosse demitido e é pago com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

No caso de redução de jornada e salário em 25%, 50% ou 70%, o governo paga um benefício emergencial ao trabalhador para repor parte da redução salarial. As empresas podem optar ainda por pagar mais uma ajuda compensatória mensal a seus funcionários que tiveram o salário reduzido.

Se o trabalhador tiver jornada e salário reduzidos em 50%, seu benefício corresponderá a 50% do valor do seguro desemprego ao que teria direito, se tivesse sido dispensado. No total, o benefício pago pode chegar até a R$ 1.813,03 por mês.

No caso de suspensão do contrato de trabalho em empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, o trabalhador receberá 100% do valor do seguro desemprego a que teria direito. Para empresas com faturamento maior, o valor do benefício pago pelo governo será 70% do seguro desemprego, enquanto a empresa pagará uma ajuda compensatória mensal de 30% do valor do salário do empregado.

Desde o início do programa, 9,7 milhões de trabalhadores fecharam acordos com seus empregadores de suspensão de contratos de trabalho ou de redução de jornada. As estatísticas são atualizadas pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia em um painel virtual.